Buscar
  • Letícia Yasmin

O Poder do Hábito: Como trabalhar o seu cérebro para aumentar a produtividade


Você já parou para pensar como os hábitos fazem parte do seu dia a dia? De acordo com um estudo da Universidade de Duke (EUA), apenas 60% das decisões tomadas diariamente são intencionais, os outros 40% das nossas ações são hábitos.

Pensando nisso, em O Poder do Hábito, Charles Duhigg aborda o impacto dos hábitos em quem você é e no que é capaz de alcançar.

Sabendo disso, o que podemos fazer para controlarmos os nossos hábitos e aumentarmos a nossa produtividade? O PET Produção UFRN lhe fala!

ACIONANDO OS HÁBITOS

Os hábitos são formados para que o nosso cérebro encontre maneiras de se esforçar menos e automatizar rotinas, “economizando esforço” por meio de um loop de três estágios (Deixa, rotina e recompensa). Entender como os hábitos são acionados é importante para que possamos nos tornar capazes de alterar, adaptar e criar novos hábitos. Então, o que faz parte do looping?

Deixa: Um gatilho, algo que acontece e o cérebro entende que, agora, é preciso entrar no modo automático. A deixa funciona ligando a chave do hábito.

Rotina: É uma ação que é automaticamente acionada pelo gatilho, ela é sempre realizada quando você se depara com a deixa. A rotina é o que conhecemos por hábito.

Recompensa: É o prêmio ou a sensação por ter realizado a tarefa. O estímulo positivo ocorre e diz ao seu cérebro que a rotina funciona, e por isso deve ser armazenada.

CRIAÇÃO E MUDANÇA DE HÁBITOS

No começo da década de 1900, apenas 7% dos americanos usavam pasta de dente, e foi aí que a “Pepsodente”, marca de creme dental, teve a ideia de criar um novo hábito para difundir o se produto. Para isso, os responsáveis pela marca acharam um certo tipo de deixa e recompensa para alimentar o hábito de escovar os dentes: Nas propagandas, foi dito que, ao passar a língua nos dentes, seria possível sentir uma película responsável por deixar os dentes “sem vida”. Dizer passar a língua nos dentes faz com que a pessoa execute a ação, sinta a película e, automaticamente, sintam a necessidade de escovar os dentes, tendo como recompensa dentes mais bonitos e saudáveis.

Com base na ação da Pepsodente, é possível ver que, para criar um hábito, é preciso focar na forte conexão entre a deixa e a recompensa que estarão associadas ao hábito.

Já a mudança de hábito requer mais foco e disciplina, pois eles não são facilmente removidos, precisam ser transformados. E essa transformação só acontece se uma nova rotina puder substituir a existente com um mesmo gatilho e uma mesma recompensa. Se quiser mudar um hábito, identifique a rotina e continue atendendo ao desejo, mantendo as mesmas recompensas, mas mudando a rotina. Experimente diferentes recompensas até que consiga fazer a mudança da rotina.

HÁBITOS MESTRES E A PRODUTIVIDADE

Duhigg define, ainda, o que são os hábitos angulares: eles são hábitos mestres que desencadeiam uma sequência de mudanças positivas. Esse hábito funciona assim porque fornece pequenas vitórias, pequenas sensações de sucesso que fazem você acreditar que conquistar mudanças em outras esferas é possível. Um exemplo prático é quando começamos a fazer exercícios físicos e, consequentemente, passamos a nos alimentar e dormir melhor.

Essa definição pode ser aplicada para aumentar a sua produtividade. Mas como? O segredo está em identificar hábitos chaves em processos e buscar modifica-los, no lugar de tentar mudar diretamente a produtividade.

Uma dica para conseguir essa primeira etapa é anotar os horários e os imprevistos que acontecem ao longo do dia, e, aos poucos, será possível identificar pontos de melhoria e os hábitos mestres da sua rotina.

Estabeleça como meta a eliminação de um obstáculo específico ou a implementação de uma melhoria, identifique os gatilhos relacionados ao processo e crie recompensas para o hábito que se deseja implementar até que ele se torne algo automático.

Depois de entender como os hábitos influenciam no seu dia a dia, que tal passar a transformá-los para atingir metas cada vez mais altas?

#Produtividade #Foco

230 visualizações

CONTATO

 (84) 92000-1430

petproducao.ufrn@gmail.com

 

Siga o PET Produção - UFRN nas Redes Sociais:

  • Branca Ícone LinkedIn
  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • Branca Ícone Spotify
  • White YouTube Icon