Buscar
  • petproducaoufrn

ESTRATÉGIAS DA ANITTA PARA ATUAR NO MERCADO DA ATENÇÃO



Muito se fala sobre a cantora Anitta. Diariamente, notícias - sejam elas boas ou ruins - são veiculadas sobre a artista. Sob uma primeira análise, pode parecer algo sem intenções e que ocorre de maneira natural. Mas, seria mesmo? O Mercado da Atenção e as suas estratégias, assunto desse blog, estão aí para elucidar isso.

Assim, nesse Blog, você irá conferir os seguintes tópicos:


1. O Mercado da Atenção

2. O que são gatilhos mentais e como eles se relacionam com a Anitta?

3. Como a cantora utiliza esses gatilhos mentais para se manter no mercado da atenção?


1 - O Mercado da Atenção

“Quem não é visto, não é lembrado.”

O reconhecimento – a identificação pessoal ou com uma marca – é fundamental para qualquer negócio. Nesse sentido, rememora-se o ditado popular “Quem não é visto, não é lembrado”, o qual serve tanto para pessoas quanto para empresas. Dessa forma, são definidas estratégias específicas e multidisciplinares para atingir a função dessa proposta comunicativa.

Este fato é tão importante e gera tanto impacto que, atualmente, tem-se o chamado “Mercado da Atenção”, o qual potencializa a percepção da marca, uma vez que passa a ter mais contato com ela e com o seu conteúdo. Mas afinal, o que é o Mercado da Atenção?

Esse termo foi usado, pela primeira vez, pelo Jornal Valor Econômico em 2017. Em 2022, sua atuação já é mais massificada pelo alto grau de disseminação de trends e a rápida veiculação de informações. Ele está atrelado às formas midiáticas, por exemplo, a internet e, de forma mais cadente, ao Marketing Digital, de modo a se traduzir nos posts com maior engajamento, maior compartilhamento, maior reprodução e salvamento nas mídias sociais.

Nesse contexto, o que vale é a exposição. Até os efeitos midiáticos negativos podem resultar em grandes resultados, no famoso “Falem bem, ou falem mal, mas falem de mim”, onde influencers digitais já se atentaram há algum tempo e, pouco a pouco, as empresas também para se manterem competitivas nos negócios.

Essas estratégias têm ganhado grande destaque e relevância devido à alta concorrência e à multiplicidade dos meios disponíveis e correm aos nossos olhos sem ao menos percebermos, sendo utilizados até mesmo como canal de propagação.


2 - O que são gatilhos mentais e como eles se relacionam com a Anitta?

Em relação aos gatilhos mentais, temos que são estímulos externos enviados ao cérebro que o influenciam para uma tomada de decisão. Essas ferramentas são muito utilizadas para despertar tanto boas emoções, como a motivação, a calma e o entusiasmo, quanto ruins, como a ansiedade, o desânimo e o pânico. Nesse contexto, os gatilhos mentais são muito utilizados em vendas e marketing para estimular o consumo de bens ou serviços.

Para melhor compreensão do objetivo desta ferramenta, imagine um filhote de cachorro. O que você sente? Possivelmente, emoções relacionadas ao amor e ao cuidado tenham sido evocadas. Se esse não foi o caso, não se preocupe, pois os seres humanos reagem aos gatilhos de forma particular, ou seja, o mesmo estímulo é capaz de aludir a experiências e emoções variadas. Por isso, o embasamento técnico é imprescindível ao aplicar estratégias de gatilhos mentais, para que memórias ruins ou sensações negativas não sejam ativadas.

Assim, os gatilhos mentais podem ser ativados por meio dos cinco sentidos: visão, audição, tato, olfato e paladar. Não é sempre que todos eles atuam juntos, de modo que, nas redes sociais, por exemplo, a imagem e o som são agrupados e conseguem estimular a compra imediata de um produto ou serviço.

Por serem tão eficientes, esses mecanismos viraram alvo dos profissionais de Marketing e Vendas como ferramentas de persuasão para uma tomada de decisão. Para exemplificar, a própria Anitta utilizou do gatilho do reconhecimento, na música “Girl from Rio”, quando foi feita uma referência ao clássico da Bossa Nova “Garota de Ipanema”, trazendo ao público nostalgia e, também, a atualidade da cultura pop.


3 - Como a cantora utiliza esses gatilhos mentais para se manter no mercado da atenção?

Apesar de trabalhar na indústria musical desde 2000, a cantora ascendeu na sua carreira em 2013, com o lançamento de “Show das Poderosas”. Mas, afinal, o que mudou, desde então, na carreira da carioca? Quanto a isso, durante a sua estruturação no mundo artístico, Anitta realizou lançamentos seguidos, além de compartilhar o storytelling da sua vida real enquanto sua carreira deslanchava, de modo a fortalecer a comunidade de fãs e criar, então, um público consumidor focado no conteúdo da artista.

Assim, a consolidação dessa aproximação entre público e criador equiparou diversos gatilhos mentais que a mantiveram no centro do mercado de atenção, como princípio da novidade, da prova social, curiosidade e antecipação. Qual a razão disso tudo? Primeiramente, quando nos referimos a “público” dentro do mercado de atenção, não nos referimos a usuários, ou fãs de um produto/serviço, e sim ao público que consome informações sobre aquele produto/serviço. Certo, mas como esse fato potencializa a fama da Anitta e, por conseguinte, a alta dos produtos e serviços que ela vende?

Inicialmente, vamos considerar um fato: o sucesso da Anitta não se deve a sua quantidade de fãs, pois ela já era um sucesso até para os seus haters, os quais aumentavam a popularidade do seu nome, dando atenção ao que ela estava produzindo. Portanto, esse mercado do “falem bem ou falem mal, mas falem de mim” sustenta a presença de um assunto (nome/produto/serviço) nas redes sociais e, quanto mais presença nas redes sociais, mais público consumidor do assunto.



30 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo